Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 1556
Data de inscrição : 13/11/2012
Idade : 33
Ver perfil do usuário

Re: Literatura

em Dom Jun 11, 2017 3:25 pm
Últimas leituras de maio:

Os Dilemas do Assassino
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

O segundo volume da segunda série da Saga do Assassino não me desiludiu, seguindo um padrão de bons momentos que o primeiro volume já tinha revelado. FitzCavalaria continua mais perdido do que nunca, agora que é um homem adulto e tem de lidar com uma série de questões políticas e com a imaturidade dos mais jovens, seja o seu "filho" Zar ou o príncipe Respeitador. Este segundo volume tem mais mistérios e alguma magia, relacionada com um rapaz de pele escamada e com a narcheska Eliânia, mas também referências a dragões e a navivivos, que me agradou.

Os Senhores do Norte
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Terceiro volume das Crónicas Saxónicas de Bernard Cornwell, Os Senhores do Norte mostra-nos Uthred a caminho do norte, enraivecido com o Rei Alfredo pela ridícula recompensa que ele lhe deu depois de o ter feito vencer a importante Batalha de Ethandun. Disposto a recuperar a Bebbanburg que o viu nascer, Uthred "tropeça" em Guthred, um dinamarquês convertido ao Cristianismo que pretende reclamar para si o norte. Para ajudá-lo e ver uma série de objectivos pessoais alcançados, Uthred tem de enfrentar três gigantes dinamarqueses: Kjartan, o Cruel, o terrível Ivar Ivarson e o usurpador, o seu tio Ælfric. Mais um magnífico livro cheio de passagens belas e inquietantes, com o selo de qualidade Bernard Cornwell.

A Louca do Sacré Coeur (BD)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Escrito por dois dinossauros da BD, Alejandro Jodorowsky e Moebius, A Louca do Sacré Coeur conta a história de um professor de filosofia da Sorbonne, tradicionalmente vestido de lilás que, assediado por uma das suas alunas, não resiste à tradicional crise de meia-idade e vê-se arrastado para uma parafernália de rituais bizarros que mesclam o religioso e o misticismo a práticas sexuais completamente lunáticas. Um livro que me agradou nas ideias e no desenho, mas que achei um pouco mal executado, ou pelo menos sem brilho.

A Garagem Hermética (BD)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Grande obra de Moebius, A Garagem Hermética é uma história confusa de ficção científica que gira à volta do Major Grubert. O misterioso personagem concebe um asteróide que cabe no seu bolso através de treze geradores. Porém, no interior desse corpo existem três mundos e vida, possivelmente tão real como a nossa. Mas quem será este enigmático Major Grubert? Gostei imenso, mesmo não percebendo muito sobre a história.

Já em junho:

Nimona (BD)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Nimona, da norte-americana Noelle Stevenson, nasceu como um trabalho universitário da autora, mas foi como webcomic que alcançou o sucesso e transformou autora e personagem em celebridades. Dona de um traço único e de um humor aguçado, Stevenson aborda temas como a amizade, a falsidade, o controlo dos media pelas forças de poder e a homossexualidade, de forma simples e divertida, num mundo marcadamente medieval com televisões, computadores e tecnologias futuristas. Adorei.

O Medo do Homem Sábio Parte 1
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

A primeira parte do segundo volume da Crónica do Regicida, publicado em português pela ASA/1001 Mundos, traz-nos de volta ao maravilhoso mundo de Kvothe, o Sem Sangue. Depois de sobreviver às artimanhas de Ambrose, Kvothe sobrevive na Universidade, pagando as "propinas" com a música que faz em Imre, a cidade vizinha, e com os empréstimos que forja com Devi, a lendária ex-aluna da Universidade. É quando uma acusação antiga lhe bate à porta que surge a oportunidade de arranjar um mecenas, o que o leva para longe, para a distinta Vintas. Na cidade de Severen, Kvothe tenta descobrir uma tentativa de homicídio e reencontra Denna, a sua grande paixão. Um maravilhoso livro de fantasia, em boa verdade dos melhores que já li na vida.

The Walking Dead #28 (BD)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Mais um brilhante volume de The Walking Dead, All is Lost prossegue na senda de sucesso do argumentista Robert Kirkman, com a arte sempre consensual de Charlie Adlard, Cliff Rathburn e Stefano Gaudiano. Hilltop caiu e uma legião de walkers é canalizada pelos Sussurradores em direção a Alexandria. Andrea, Eugene, Dwight, Heath, Jesus e Michonne voluntariam-se para a dispersar. Negan e Rick defendem Alexandria, mas os portões caem e Rick vê em Negan um amigo improvável, o único que o consegue ajudar quando tudo parece desmoronar-se à sua volta. Mais um volume excelente e uma morte impactante com repercussões no futuro das BD's.











avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 1556
Data de inscrição : 13/11/2012
Idade : 33
Ver perfil do usuário

Re: Literatura

em Qui Jun 29, 2017 11:41 pm
Últimas leituras de junho:

O Medo do Homem Sábio Parte 2
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Kvothe continua as suas aventuras nesta segunda parte de O Medo do Homem Sábio. Apesar da escrita do autor e o seu personagem principal continuarem apaixonantes, não gostei muito desta parte. Felizmente foi melhorando e a ponta final ofereceu-me excelentes passagens.

One-Punch Man #2 (BD)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Segundo volume do mangá One-Punch Man de One e Yusuke Murata, traz-nos o herói capaz de derrotar os maiores monstros com um único murro na sua melhor forma. Uma série de apontamentos divertidos fazem-me olhar com agrado para este livro, cuja proposta ou mesmo linha narrativa não oferece nada de original ou interessante.

Outcast #2 (BD)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Depois de ter lido o primeiro volume no início do ano, eis que chegaram às bancas o segundo álbum de Outcast, de Robert Kirkman e ilustrações de Paul Azaceta. Argumento e arte casam na perfeição numa história sobre possessões que começa a dar maiores sinais de interesse, com os mistérios a adensarem-se. Apesar de a história parecer demorar a avançar, notam-se os laivos de genialidade que atiraram Kirkman para as bocas do mundo.

Harrow County #2 (BD)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Com argumento de Cullen Bunn e arte de Tyler Crook, o segundo volume de Harrow County revela um maior amadurecimento por parte do artista, ainda que o argumento não me tenha agradado por aí além. À medida que a protagonista Emmy vem aprendendo a lidar com os seus poderes e com as criaturas sobrenaturais que habitam Harrow County, tem também de proteger a povoação de um novo inimigo. A sua própria irmã gémea, Kammi. Este é mais um dos lançamentos recentes da G Floy, apresentado no Festival de BD de Beja.

Sangue do Assassino
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

No terceiro volume da Saga O Regresso do Assassino, Robin Hobb volta a não desiludir. Vemos o protagonista FitzCavalaria arrastado para um sem fim de problemas, desde a ganância pela magia do seu velho mentor, à preocupação com os filhos, rumores de homossexualidade e principalmente a ameaça dos pigarços à sua integridade e à da família real. Porém Sangue do Assassino oferece muito mais do que isso. Oferece pessoas reais, com defeitos e virtudes, e problemas que podiam ser partilhados por qualquer um de nós. Uma história enriquecedora.
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 1556
Data de inscrição : 13/11/2012
Idade : 33
Ver perfil do usuário

Re: Literatura

em Dom Jul 09, 2017 3:55 pm
Leituras de julho até agora:

Southern Bastards #3 (BD)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Comecei julho com o terceiro volume de Southern Bastards, Regressos. É mais um capítulo da violenta saga sobre as gentes do Alabama criada por Jason Aaron e Jason Latour, autor e ilustrador norte-americanos. Focado em seis personagens, Regressos é ambientado no período do Homecoming, em que a equipa dos Reb's prepara-se para receber os Warriors, um jogo ensombrado pelo suicídio de Big, consternado pela atitude conspiratória da população em torno da morte de Earl Tubb. Os dois autores conseguiram enriquecer a série e abrir novas perspectivas para a mesma, ao mesmo tempo em que submergiram o leitor num ritmo crescente.

Velvet #3 (BD)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

O Homem que Roubou o Mundo é o terceiro volume de Velvet, com argumento de Ed Brubaker, arte de Steve Epting e cores de Elizabeth Breitweiser. A um ritmo alucinante, o leitor segue a espia Velvet Templeton na peugada de respostas sobre a cabala que a fez matar o homem que amava. Uma conspiração que a leva aos meandros do Caso Watergate e ao rapto do presidente Nixon. Uma conclusão de trilogia fantástica, cheia de ação, perseguições e tiroteios.

Monge Guerreiro
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Do autor brasileiro Romulo Felippe, Monge Guerreiro é um ótimo livro histórico pincelado de fantasia. Vemos um templário montado num unicórnio, um dragão a perseguir o papa pelas cidades italianas e uma missão lançada por Luís IX de França para proteger duas relíquias sagradas: a Lança de Longinus e a Coroa de Espinhos. Com uma melhor revisão e um maior equilíbrio entre a primeira e a segunda metade, o livro seria ótimo.

Monstress #1 (BD)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Com argumento de Marjorie Liu e arte de Sana Takeda, duas artistas ligadas à Marvel, Despertar é o primeiro volume de Monstress. Num mundo de inspiração asiática, uma rapariga arcânica vê-se no cerne de uma disputa de anos entre humanos e arcânicos. Muito embora pareça inofensiva, Maika Meiolobo tem dentro de si um poder imensurável, o resquício de um mal muito antigo que tem permanecido adormecido. Brilhante na arte e com um argumento maravilhoso, Monstress atira-nos para um mundo que levamos tempo a compreender, no qual a liderança matriarcal e a linguagem crua e direta nos absorvem de forma natural desde o primeiro momento.
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 1556
Data de inscrição : 13/11/2012
Idade : 33
Ver perfil do usuário

Re: Literatura

em Seg Jul 31, 2017 6:43 pm
Últimas leituras de julho:

Conquista da Liberdade
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Primeiro volume da série Rebeldes Europeus da autora nacional Jay Luís, trata-se de uma distopia interessante sobre um grupo rebelde que tenta resgatar famílias para colónias espaciais quando o nosso mundo foi dominado por um tirano de origens islâmicas. Duas irmãs que fazem parte desse sistema lutam contra a tirania, ao mesmo tempo que tentam proteger a sua própria família. Um livro muito fraco a nível de escrita, com muito a ser melhorado num próximo volume.

As Nuvens de Hamburgo
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Livro de Pedro Cipriano, As Nuvens de Hamburgo faz-nos vestir a pele de Marta, uma estudante de Erasmus em Hamburgo que começa a ter visões de acontecimentos da Segunda Guerra Mundial. Ao mesmo tempo que tenta descobrir o que se passa consigo, procura usar o seu dom para fazer algo de importante. Um livro de leitura rápida e vocabulário simples que funcionou muito bem e agradou-me.

A Jornada do Assassino
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Quarto volume da Saga O Regresso do Assassino de Robin Hobb, foi talvez o melhor livro que já li este ano e um dos que mais me fascinaram. Não tem nada de muito original ou rasgos de génio, mas as ligações entre os personagens e entre os personagens e o leitor são incríveis e a escrita de Robin Hobb é simplesmente maravilhosa. Respeitador avança na sua jornada para as Ilhas Externas acompanhado de Fitz, Breu, Obtuso e companhia, mas tanto o reencontro com a narcheska Eliânia como a procura do dragão não são exatamente como esperavam.
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 1556
Data de inscrição : 13/11/2012
Idade : 33
Ver perfil do usuário

Re: Literatura

em Sex Set 01, 2017 5:10 pm
Leituras de agosto no NDZ:

Os Despojados
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Livro de ficção científica escrito por Ursula K. Le Guin, os Despojados narra a estadia de um físico natural de Anarres no seu planeta gémeo, Urras, de modo a conhecer melhor aquela civilização e a ajudá-los com os seus estudos. Rapidamente, porém, Shevek percebe o alcance da manipulação de que é alvo. Um livro bastante filosófico e político, acima de tudo uma dura crítica social aos regimes capitalistas, mas que acaba por mostrar que nenhuma civilização é perfeita e nenhum estado social consegue estar imune a vários e sérios problemas. Um livro que me deliciou, em parte graças à escrita envolvente de Ursula, mas que demorei a ler, por em determinados momentos ser algo confuso e aborrecido.

Anjos
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Vencedor do Prémio Divergência em 2015, Anjos é o romance de estreia de Carlos Silva e o primeiro livro de solar punk em Portugal. Num futuro longínquo, o nosso país foi vítima de um terramoto. Seguiu-se um período de várias mudanças a nível social e tecnológico, que se traduziu num novo modo de vida. O Portugal que conhecíamos transformou-se. Lisboa está prenhe de edifícios com tecnologia de ponta, mas o cenário é verdejante, uma vez que vários jardins foram plantados nos terraços dos arranha-céus. Mas numa era tão avançada, a Internet tornou-se um pouco fiável meio de comunicação. A privacidade é nula. Para a colmatar, uma empresa chamada Anjos funciona como "pombos-correios", um grupo de estafetas que transmitem informações confidenciais em mão. Mas serão estes Anjos de confiança? O que estará na sua génese? Quando um deles é morto, as perguntas começam a correr e o tempo a contar. É um livro pequeno e por vezes pouco equilibrado na chuva de pontos de vista que nos quer mostrar, ainda assim de uma qualidade acima da média dentro da literatura nacional.

Elric #3
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Os Mares do Destino é o terceiro volume da saga Elric de Michael Moorcock, e o último publicado em Portugal pela Saída de Emergência. Nesta aventura do imperador albino, acompanhamo-lo através do Multiverso, conhecendo países e culturas que julgava impossíveis. Dos mares revoltos, onde conhece uma jovem predestinada ao navio de um capitão onde encontra três facetas de si próprio, Elric percorre um gólgota de devastação onde a sua vida encontra-se sempre em risco. É quando conhece um duque careca e enfrenta um antepassado que a sua jornada ganha finalmente sentido, no encontro às suas origens e às do seu povo. Um volume de que gostei bastante, porque apesar de não acrescentar nada de novo à trama conseguiu envolver-me. Uma prova de que as velhas histórias de espada e feitiçaria continuam a fascinar-me.

Wytches #1 (BD)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Lançado pela G Floy Studio Portugal, Bruxas | Wytches é um produto de sucesso de um dos principais argumentistas de Batman, Scott Snyder. Com ilustração de Jock, Wytches é uma história tensa e incrível sobre uma família que tenta ultrapassar uma tragédia que os marcou a todos e unir os fragmentos do que tinham. No entanto, a jovem Sailor não se consegue adaptar à nova escola nem à nova vida, e na sua espiral depressiva descobre que a floresta à volta da casa nova está pejada de bruxas. Para piorar, ela está marcada para morrer. Estas bruxas de Snyder são, no entanto, bem mais monstruosas do que a visão comum das mesmas. Não me maravilhou, mas gostei bastante e a arte está brutal.

A Primeira Lei #2
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
A minha última leitura de agosto foi A Forca, o segundo volume da série A Primeira Lei de Joe Abercrombie. Enquanto Bayaz conduz Logen Novededos, Jezal dan Luthar, Ferro Maljinn, Malacus Quai e Pé-Longo até aos confins do mundo para encontrar um artefacto mágico capaz de salvar o mundo, o major West é obrigado a enfrentar os exércitos de Bethod e resistir à futilidade das ordens do príncipe Ladisla, a quem foi confiado. No sul, os exércitos gurkeses montam cerco a Dagoska, o último bastião da União naquelas paragens, e o inquisidor Glotka é enviado para lá não só para resistir ao cerco como para descobrir o que aconteceu ao seu antecessor. Arruinar uma conspiração torna-se, no entanto, o menor dos seus problemas. Foi um volume que melhorou em relação ao anterior, mas continuo sem gostar do núcleo principal. Os capítulos de Glotka, West e Cão foram, sem dúvida, o que salvou o livro.
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 1556
Data de inscrição : 13/11/2012
Idade : 33
Ver perfil do usuário

Re: Literatura

em Ter Set 19, 2017 7:57 pm
Leituras de setembro até agora:

Os Dragões do Assassino
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Numa toada semelhante à dos volumes anteriores, Robin Hobb desdobra a capa que encerrava todos os seus segredos neste quinto e último volume da Saga O Regresso do Assassino. Os mistérios na Ilha de Aslevjal são finalmente descobertos, o dragão Fogojelo é arrancado da sua clausura sob o gelo e personagens como Castro, Fitz, Moli, Breu, Respeitador e Eliânia conhecem fins de maior ou menor felicidade. Um ciclo que foi encerrado com grande perícia e mestria por parte da autora canadiana, ainda assim houve algo que me fez não gostar tanto deste como dos anteriores.

A Súbita Aparição de Hope Arden
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
O novo livro da autora Claire North, que já o ano passado havia surpreendido com "As Primeiras Quinze Vidas de Harry August" foi só a minha melhor leitura deste ano até ao momento. Envolvente, rico em pormenores e extremamente ambicioso, o livro foca-se em Hope Arden, uma rapariga que desde os 16 anos viu toda a gente a esquecer-se dela. Quando as pessoas deixam de a ver por segundos, esquecem-se do seu rosto e de quem ela é ou o que fez. Hope transformou-se numa rapariga esquecível, o que a obrigou a sobreviver por sua própria conta e risco e, à margem da sociedade, caiu no mundo do crime. A história é excelente mas foi sobretudo a escrita da autora que me encantou.

One-Punch Man #3 (BD)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Com argumento de One e ilustrações de Yusuke Murata, o terceiro volume de One-Punch Man, recentemente publicado pela Devir, leva os heróis Saitama e Genos a uma prova para determinarem a classe de super-heróis a que pertencem e verem os seus nomes registados na lista oficial. Depois, terão de lidar ainda com um motim de super-heróis e com monstros aborrecidos. Apesar de ter vários pormenores interessantes, a história vale sobretudo pelo braço-de-ferro entre Saitama e Genos e a insistência do ciborgue em ser ensinado por um homem que não está nem aí nem sabe o que lhe haveria de ensinar. Parece-me, no entanto, um mangá que está longe de justificar o sucesso que obteve.

A Torre Negra #7
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Cheguei finalmente ao fim da saga A Torre Negra de Stephen King. O último volume, com o mesmo nome, mostra Roland, Jake, Eddie, Susannah, Oi e o padre Callahan numa corrida contra o tempo para impedirem grandes males, mas a reta final da caminhada para a Torre Negra pertence exclusivamente a Roland de Gilead. Um livro que deixou a claro toda a simbologia criada pelo autor, foi uma história que me agradou imenso, os finais foram excelentes e as cenas de mortes incríveis. O pecado do livro - assim como alguns dos anteriores - é o volume ostensivo de páginas, quando muitos capítulos são absurdamente dispensáveis.

Moving (Conto)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Conto do autor português Bruno Martins Soares, disponível na Amazon, Moving fala sobre mudanças, sobre livros (teimosos) e sobre Paulo, um homem averso a mudanças mas que é obrigado a aceitá-las. A escrita do Bruno é inteligente e fluída, mas também intimista, deixando-nos vestir a pele do personagem principal e nunca abandonar a toada humorística da narração.
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 1556
Data de inscrição : 13/11/2012
Idade : 33
Ver perfil do usuário

Re: Literatura

em Qui Set 28, 2017 7:46 pm
Últimas leituras de setembro:

A Primeira Lei #3
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Terceiro e último volume da série A Primeira Lei de Joe Abercrombie, A Coroa é um desenrolar de acontecimentos frenéticos e plot-twists de cortar a respiração. Bayaz e Ferro foram os personagens de que gostei menos e toda a magia envolvida soou-me forçada e anti-natural, quebrando a fluidez narrativa que Joe demonstrou ao desenvolver personagens como Glotka, Collem West ou Cão. Ainda assim, os personagens Jezal e Logen melhoraram bastante e, ainda que não tenha "comprado" a história nem gostado muito do final, fica claro que é uma trilogia a não deixar de ler.

The Dark Sea War Chronicles #1
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Primeiro volume da série The Dark Sea War Chronicles, Fighting The Silent do autor nacional Bruno Martins Soares estará disponível já dia 1 de outubro na Amazon. Trata-se de uma série de ficção científica protagonizada por Byllard Iddo, onde ação acontece num sistema solar longínquo. Ali, uma guerra é travada entre o reino de Torrance e a temida República Axx. Após o fatídico incidente, Byl juntou-se à Marinha Espacial, onde se tornou tenente na poderosa armada de Webbur, a nação aliada a Torrance que estará na linha da frente para receber o embate de uma incursão inimiga. É um livro pequeno, muito bem escrito e original. Gostei bastante.
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 1556
Data de inscrição : 13/11/2012
Idade : 33
Ver perfil do usuário

Re: Literatura

em Qua Out 18, 2017 5:54 pm
Leituras de outubro até ao momento:

Mitologia Nórdica
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Comecei outubro com Mitologia Nórdica da Editorial Presença, livro adquirido no Fórum Fantástico deste ano. Uma homenagem de Neil Gaiman à mitologia que tanto inspira as suas obras, o livro é de leitura fácil e conta a versão suave e bem-humorada do autor britânico sobre a história de Thor, Odin, Loki e companhia, desde a criação dos mundos até ao tão temido Ragnarok. Um dos livros que mais gostei de ler do autor, que prima sobretudo pela simplicidade da composição.

Elantris
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
O primeiro livro publicado por Brandon Sanderson, Elantris revela algumas deficiências a nível estrutural e, sobretudo, alguma inexperiência do autor na forma como resolve as situações finais do livro, recorrendo a forças inexplicáveis para "salvar o dia". Ainda assim, adorei o livro. A forma como Sanderson nos apresenta Raoden, Sarene e Hrathen e os desenvolve é simplesmente genial. Um príncipe que se transforma, da noite para o dia, num morto-vivo; a princesa prometida que chega ao reino do noivo e descobre que ele morreu, e o sacerdote de armadura vermelha destinado a converter um povo à doutrina dos seus superiores são os personagens centrais de uma história envolvente e encantadora com um ritmo cada vez mais alucinante a cada virar de página. Foi publicado no Brasil pela Leya.

Tony Chu: Detective Canibal #7 (BD)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
O sétimo volume de Tony Chu: Detective Canibal, intitulado Maçãs Podres, continua a boa senda da BD publicada em Portugal pela G Floy. Agora que nos adentramos pela segunda metade da série, as aventuras do detective mais irreverente das BD's tendem a dispersar-se, mas vários caminhos entrecruzam-se e a morte da sua irmã gémea é o mote para mais um álbum hilariante, em que tudo (ou nada) pode acontecer. De pessoas que adquirem a expressão facial daquilo que comem a um menage a trois inusitado protagonizado pelo colega ciborgue do protagonista, Maçãs Podres é mais uma prova do talento de John Layman, argumentista que estará no último fim-de-semana de outubro no Festival de BD da Amadora.

A Espada do Destino
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Segundo volume da saga The Witcher de Andrzej Sapkowski, A Espada do Destino traz-nos seis contos passados no mundo de Geralt de Rivia, servindo também de prólogo para a saga que será iniciada no volume 3. Alguns contos têm ideias muito boas, como o divertido "O Fogo Eterno", em que o ananico Biberveldt descobre que um doppler adquiriu a sua forma e anda a fazer negócios em seu nome, ou os últimos dois, que nos apresentam a excelente personagem Ciri, uma menina cujo destino está entrelaçado ao de Geralt. Ainda assim, a prosa de Sapkowski não me convenceu como havia feito no primeiro volume, achei os diálogos excessivos e sem conteúdo, e sobretudo pareceu-me um livro infantil com muitos palavrões para parecer adulto. Tem qualidade, mas foi uma leitura bem mediana a meu ver.

Os Melhores Contos de Edgar Allan Poe
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
28 dos melhores contos de Edgar Allan Poe coligidos numa edição maravilhosa em capa dura e ilustrada por 28 artistas nacionais, Os Melhores Contos de Edgar Allan Poe são uma prenda da Edições Saída de Emergência para todos os leitores. E se a edição é lindíssima, os contos fazem-lhe justiça. Poe foi um autor único e o precursor de vários géneros, como o policial, o horror e até contribuiu para o ascender da ficção científica, com uma escrita intimista capaz de mexer com os medos mais primários do leitor. Alguns contos são melhores do que outros, mas destaco Os Crimes da Rua Morgue, A Queda da Casa de Usher e O Coração Delator como os meus preferidos.
Mensagens : 1
Data de inscrição : 19/10/2017
Ver perfil do usuário

Re: Literatura

em Qui Out 19, 2017 4:43 pm
Estimados,
encontro-me a escrever o meu primeiro romance. Sou um amador, mas gostava que se alguém tivesse curiosidade pudesse dar uma olhadela e deixar algum comentário.
Ele encontra-se disponível gratuitamente na plataforma wattpad. Aqui deixo o link e a sinopse.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

- A FILHA ROUBADA -
Um pai com muito a esconder, uma mãe de consciência pesada e uma mulher que enfrenta o dilema da sua vida, verão todas as suas crenças abaladas perante o desaparecimento duma menina de 5 anos.
Todos os segredos serão revelados, as fragilidades serão expostas e só os laços verdadeiros poderão resistir.

(Atualizado diariamente)

Muito obrigado a todos.


Última edição por rseverino em Qui Out 19, 2017 5:45 pm, editado 1 vez(es) (Razão : adicionar detalhe)
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 1556
Data de inscrição : 13/11/2012
Idade : 33
Ver perfil do usuário

Re: Literatura

em Qua Nov 15, 2017 6:56 pm
Últimas leituras de outubro:

Mulheres Perigosas
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ótima antologia publicada pela Saída de Emergência, Mulheres Perigosas foi organizada por George R. R. Martin e Gardner Dozois, incluindo contos de Joe Abercrombie, Brandon Sanderson, Melinda M. Snodgrass e Megan Abbott, entre outros. Muito embora explore vários géneros, o que certamente fará os leitores preferir uns em detrimento de outros, os contos que mais me agradaram foram "Sombras Para Silêncio nas Florestas do Inferno", ambientado no universo Cosmere de Brandon Sanderson, "Dar Nome à Fera" de Sam Sykes e "A Princesa e a Rainha ou Os Negros e os Verdes" de George R. R. Martin, passado no mundo de Westeros.

A Torre do Elefante (Conto)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Iniciei um ciclo de leituras em torno de Robert E. Howard, um dos meus autores de eleição. Protagonizado pelo conquistador Conan, ele entra em litígio com um malfeitor numa taberna, acabando por salvar uma aristocrata da escravidão. Conan persegue um tesouro escondido na icónica Torre do Elefante, aliando-se a ladrões e enfrentando monstros terríveis para o alcançar. Dono de uma prosa maravilhosa, Howard volta a brilhar neste conto, que já havia lido inicialmente na coletânea A Rainha da Costa Negra da Saída de Emergência.

Em novembro:

Origem
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Terminei o mês de outubro a ler o mais recente livro de Dan Brown, mas só consegui escrever a opinião no início de novembro. Origem, publicado em Portugal pela Bertrand, foi o livro de Brown que menos gostei, mas não posso dizer que tenha desiludido. Seguindo os ingredientes clássicos que lhe deram sucesso, Dan Brown coloca Robert Langdon numa corrida pela sobrevivência, desta vez com menos códigos ligados à Antiguidade e mais virado para o futuro e para as tecnologias. Mais fraco que os outros livros da série, valeu sobretudo pela ação dentro da Basílica da Sagrada Família, em Barcelona.

Solomon Kane
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Continuando a leitura dos velhos clássicos de Robert E. Howard, decidi-me a ler a coletânea de contos, poemas e fragmentos póstumos protagonizados por Solomon Kane, o puritano inglês que enfrenta homens e monstruosidades para fazer justiça com as próprias mãos. Com um sentido de moral muito profundo, as aventuras de Solomon Kane revelam Howard na sua melhor forma e escondem várias peculiaridades do pensamento da época.

Império das Tormentas #2
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Publicado pela Saída de Emergência no início do mês, Liberdade e Revolução é o segundo volume da trilogia Império das Tormentas de Jon Skovron. Enquanto Ruivo se encontra confinado à cidade de Pico da Pedra, onde se tornou o melhor amigo do príncipe, Esperança Sombria tornou-se uma temível pirata, tentando ganhar nome e prestígio para, finalmente, enfrentar os biomantes e resgatar o seu amado. A história melhorou em relação ao primeiro volume, parecendo mais madura e mais fluída, com algumas adições deliciosas, como Merivale Hempist, Vassoura ou o Senhor Chapeleira.
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 1556
Data de inscrição : 13/11/2012
Idade : 33
Ver perfil do usuário

Re: Literatura

em Qua Nov 29, 2017 7:00 pm
Últimas leituras de novembro:

Nocturno (BD)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Pelas mãos da Kingpin Books chegou-me o livro Nocturno de Tony Sandoval. De tons fortes e negros e desenhos adoráveis, ela traz-nos a história de um cantor rock perseguido pelo fantasma do seu pai que, depois de ser espancado e dado como morto, se transfigura como um justiceiro. Gostei bastante, mais do conteúdo e da forma como foi apresentado, assim como da arte incrível do autor mexicano, do que da premissa.

O Deus no Sarcófago (Conto)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
O Deus no Sarcófago é um conto de Robert E. Howard que incluí no ciclo de leituras em redor do autor americano. Ele conta como Conan se infiltrou num templo nemédio para roubar e acabou sendo acusado do homicídio do conservador do museu, ao mesmo tempo que um mal de outras eras desperta. Policial, thriller, horror e aventura permeiam uma das histórias de Howard que mais me encantaram, um pouco por não esperar ver Conan metido numa aura de Agatha Christie. Gostei imenso.

O Assassino do Bobo
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Primeiro volume da terceira trilogia de Robin Hobb focada em FitzCavalaria Visionário, O Assassino do Bobo é uma sequência incrível de acontecimentos surpreendentes. Passado a maior parte nas propriedades de Floresta Mirrada, pertences a Urtiga e que Fitz e Moli gerem com amor, este novo livro de Hobb mantém a toada lenta e perscrutadora dos anteriores volumes, de uma forma que em vez de entediar, delicia. Constantemente a surpreender-me, esta série de Robin Hobb trouxe momentos de ação, amor, amizade, reencontros, lutas, paixões e mortes e este foi o melhor livro de fantasia que li este ano.

The Wicked + The Divine #1 (BD)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Uma das mais recentes surpresas da G Floy Studio, O Acto de Fausto é o primeiro volume de The Wicked + The Divine, mais uma das grandes séries publicadas pela Image Comics a chegar ao nosso país. Escrita por Kieron Gillen e ilustrada por Jamie McKelvie, este volume inaugural apresenta Laura, uma rapariga normal que se envolve com os deuses do Panteão. Trata-se de um grupo de doze pessoas que descobrem ser a reencarnação de deuses. Essa descoberta garante-lhes fama e poderes sobrenaturais, com a condição de que morrerão em dois anos. Apesar de não ser grande apreciador de fantasia urbana, esta é mais uma série a seguir.
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 1556
Data de inscrição : 13/11/2012
Idade : 33
Ver perfil do usuário

Re: Literatura

em Sex Dez 15, 2017 5:09 pm
Em dezembro até agora:

Saga do Império Malazano #2
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Comecei dezembro com Os Portões da Casa dos Mortos de Steven Erikson. Publicado pela Saída de Emergência, o segundo volume da Saga do Império Malazano foi dividido em duas partes, tendo lançado já a primeira metade. Neste volume, deixamos a ação em Genabackis e acompanhamos a viagem de Violinista, Kalam, Apsalar e Crokus até ao continente das Sete Cidades, onde uma profecia está no cerne de um movimento rebelde às forças da Imperatriz Laseen. Acompanhamos também a jornada de Duiker, um historiador, Coltaine, um comandante intrépido e a jovem Felisin, irmã mais nova de Ganoes Paran, o protagonista do primeiro volume. Morte e desolação seguem os passos de todos estes personagens, à medida que nos vamos envolvendo num novelo de conspiração em que a guerra e o sobrenatural se misturam. O mundo é incrível e a escrita de Erikson maravilhosa, mas não senti qualquer empatia pelos personagens, pelo que espero que a segunda parte me prenda mais.

Anjo da Noite #1
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Primeiro volume da série Anjo da Noite de Brent Weeks, Caminho das Sombras é um livro de fantasia que segue os passos de um menino órfão chamado Azoth, que vive nas Tocas da cidade de Cenária. Certo dia, ele testemunha um massacre e fica obcecado em tornar-se como o assassino, Durzo Blint. Durzo é um derramador, um mercenário que se usa da magia do Talento para cumprir os seus contratos. Com uma premissa muito interessante e um ambiente incrível, para além de a escrita do autor ser boa, achei Caminho das Sombras um livro mediano. As cenas foram expectáveis e o leque imenso de personagens tornou a narrativa um tanto ou quanto confusa. Ainda assim, para quem gosta de livros inebriantes e cheios de ritmo, fica a indicação.

Patifes na Casa (Conto)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
O ciclo de leituras em torno de Robert E. Howard prossegue, desta feita com o conto Patifes na Casa. Não é dos contos protagonizados por Conan que mais me fascinaram, mas ainda assim proporcionou alguns bons momentos de suspense, ação e aventura, condimentados com uns salpicos de intriga política. A história ocorre numa cidade-estado sem nome entre Zamora e Corinthia durante uma aparente luta de poder entre dois líderes poderosos: Murilo, um aristocrata e Nabonidus, o Sacerdote Vermelho, um clérigo com uma forte base de poder. Depois de o sacerdote o ameaçar com uma orelha cortada, Murilo ouve falar da reputação de Conan como mercenário e decide pedir-lhe ajuda.

Outcast #3 (BD)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Pelas mãos da G Floy chegou até nós Uma Pequena Luz, terceiro volume de Outcast. Robert Kirkman volta a surpreender com a história de Kyle Barnes, um homem que desde a infância vê a família ser possuída por demónios. Com a ajuda de um padre, tenta descobrir a razão destas manifestações sobrenaturais e porque aparenta ter poderes especiais sobre elas. Uma Pequena Luz é um volume sólido e expansivo, cada vez mais à altura do seu próprio autor, para quem as provas dadas são “que baste” para o idolatrar. Já a arte de Paul Azaceta tem vindo a melhorar. Confesso que gosto das suas ilustrações desde o primeiro volume, mas está longe de ser dos meus artistas favoritos no género. Ainda assim, grande parte da qualidade do seu trabalho está na pintura.

Anjo da Noite #2
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Continuando a série Anjo da Noite de Brent Weeks, li À Margem das Sombras. Se achei o primeiro volume mediano, este segundo foi francamente bom. A escrita fluída e rica é uma das maiores virtudes de Weeks. Já o havia considerado no volume inaugural, e volto a sublinhá-lo agora. Os diálogos estão cheios de humor e sarcasmo, as descrições de batalhas, movimentos e cheiros, incríveis. O set é absolutamente apelativo. Os dedos das mãos não chegam para nomear as frases de efeito. Se À Margem das Sombras fosse um filme, seria um blockbuster. Confesso que preferi a primeira metade, mais lenta e verosímil, que a segunda metade, cheia de volte-faces e ritmo elevado. Mas o que dizer daquele final? O cliffhanger é de deixar qualquer um a babar pelo terceiro volume.
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 1556
Data de inscrição : 13/11/2012
Idade : 33
Ver perfil do usuário

Re: Literatura

em Qua Dez 27, 2017 7:03 pm
Leituras de dezembro:

Saga #7 (BD)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Perto de alcançar a publicação norte-americana, o 7.º volume de Saga foi, provavelmente, um dos melhores até agora. Subversivo e original, o argumento de Brian K. Vaughan convence e a arte de Fiona Staples é um espetáculo à parte. Aliando o bom humor às cenas mais chocantes de mortes e sexo, a história é contada por uma criança fruto de uma família disfuncional resultante do choque entre duas culturas distintas. Perdidos num cometa, os protagonistas da space opera vão ter de lidar com os mais diversos problemas.

Deuses Americanos
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Uma das obras mais clamadas de Neil Gaiman, Deuses Americanos foi recentemente adaptado a uma série de TV pela Starz. Publicado em Portugal pela Editorial Presença, a obra fala de uma luta entre os deuses antigos (Odin, Loki, Bastet, Thot, Anubis, entre outros) e os novos deuses (consumismo, tv, moda, etc). Sombra é um homem que sai da prisão após cumprir uma pena, e sabe que a esposa faleceu. Durante o voo de regresso a casa, cruza-se com um senhor que diz chamar-se Quarta-Feira, e o conduz numa espiral de acontecimentos alucinante. Gostei do livro mas pareceu-me bastante superestimado, com uma história bastante enrolada que podia ser contada como um conto.

A Filha do Gigante de Gelo (Conto)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Continuando a revista aos contos de Robert E. Howard, li A Filha do Gigante de Gelo e foi um dos contos de Conan de que menos gostei. O herói cimério encontra-se num cenário de morte após uma batalha contra vikings e vê uma bela mulher semi-nua, que o ofende e foge. Conan persegue-a para descobrir ser alvo de uma armadilha... sobrenatural.

The Dark Sea War Chronicles #2
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Segundo volume da trilogia de ficção científica The Dark Sea War Chronicles de Bruno Martins Soares, Mission in the Dark está disponível em inglês, na Amazon. Byllard Iddo continua a sua senda de sabotagem aos Barcos Silenciosos da República Axx, ao comando da nave Arrabat. Mas a Guerra do Mar Negro está longe de chegar ao fim, e nem só de vitórias se faz o seu percurso. Gostei mais deste livro que do primeiro, mesmo assim notei tratar-se de um típico volume de transição. Uma trilogia ótima, cheia de cenas de ação e humor militar.

The Walking Dead #29 (BD)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Lines We Cross é o volume 29 da BD The Walking Dead, com argumento de Robert Kirkman e arte de Cliff Rathburn, Charlie Adlard e Stefano Gaudiano. Apesar de ser um volume mais morno, teve várias supresas interessantes, envolvendo Dwight, Negan, uma nova personagem chamada Princesa e até aos envolvimentos amorosos, com Jesus, Aaron, Magna, Yumiko e Siddiq em destaque. Ao contrário da série de TV, a série em quadradinhos está cada vez melhor.

A Rainha da Costa Negra (Conto)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
E terminei o ano literário com mais um conto de Robert E. Howard. A Rainha da Costa Negra conta como Conan se lançou a bordo do veleiro Argus, para travar amizade com um capitão chamado Tito e, posteriormente, cruzar-se com a temível pirata Bêlit, também conhecida como A Rainha da Costa Negra. A escrita é maravilhosa e a primeira metade incrível, mas tanto a paixão de Conan por Bêlit me pareceu demasiado brusca, como a parte final do conto foi bastante fantasiosa para os meus parâmetros.

Podem ainda ficar com as minhas escolhas literárias do ano:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 1556
Data de inscrição : 13/11/2012
Idade : 33
Ver perfil do usuário

Re: Literatura

em Sex Fev 02, 2018 8:00 pm
Leituras do mês de janeiro:

The Emperor's Soul
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Passada no shardworld Sel, o mesmo mundo de Elantris, The Emperor's Soul é uma novella de Brandon Sanderson cheia de pequenas subtilezas bem originais. Shai, a protagonista, é uma ladra perita num tipo de magia chamado Forgery. Ela invade o palácio do Imperador para roubar um artefacto antigo e substituí-lo por uma reprodução idêntica, mas é apanhada e colocada atrás das grades. Muito embora o Império considere a Forgery uma abominação, não vêm outra alternativa para recuperar o seu Imperador, caído em total apatia após a morte da esposa, do que usá-la a seu proveito.

Se Acordar Antes de Morrer
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Pelas Edições Gailivro, Se Acordar Antes de Morrer é uma coletânea de contos escritos por João Barreiros, na minha opinião o melhor autor de ficção científica nacional. Sentia bastante expectativa para os dois primeiros contos, Brinca Comigo e Disney no Céu entre os Dumbos, mas para quem já leu bastante dele, acabei por achar as ideias um tanto repetitivas e sem sumo. No entanto, fui surpreendido por uma mão cheia de contos que achei bem interessantes. Nas suas histórias podemos encontrar um exército fortemente armado com a missão de aniquilar o Pai Natal ou uma série de zombies bastante desagradados por não conseguirem comer um robot.

Sykes [BD]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Sykes, dos franceses Pierre Dubois e Dimitri Armand, é um western gráfico bem violento e cheio de texturas. Somos apresentados a um marshall, que se une a um irlandês e a um índio para perseguir uma quadrilha de malfeitores, conhecidos pelo saque, homicídio e violação. A perseguição de "Sentence" Sykes aos Clayton é bem cliché no género, mas agradará certamente a todos os fãs. Pessoalmente, adorei o desenho de Armand e gostei de ver um autor de fantástico juvenil como Dubois, a trabalhar numa história com este índice de violência.

The Witcher #3
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
O Sangue dos Elfos é o terceiro volume da série The Witcher de Andrzej Sapkowski, publicado em Portugal pela Saída de Emergência. Pode-se dizer que a partir daqui é que a história começa, uma vez que os dois primeiros livros, escritos em forma de contos, foram uma prequela e este pode ser visto como um prólogo. Gostei bastante do livro e achei que subiu de qualidade em relação aos antecessores, mostrando o treino de Geralt à pequena Ciri e as relações que daqui surgem. A escrita foi uma das maiores qualidades do livro, faltou a meu ver maior harmonia e sensatez nos saltos temporais.

Locke & Key #1 [BD]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Primeiro volume da série Locke & Key de Joe Hill e Gabriel Rodriguez, Welcome To Lovecraft apresenta-nos uma família curiosa, os Locke. O pai, um professor, decide envolver os filhos nas tarefas campestres, mas quando um grupo de rufias invade a casa e decide vingar-se do professor ao matá-lo, os restantes familiares são obrigados a mudar de vida e a ir viver para a antiga mansão de família, em Lovecraft. A história é deliciosa, mas não fiquei fã da arte.

Locke & Key #2 [BD]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Já no segundo volume, a história adensa-se. Bode, Tyler e Kinsey, os três filhos do professor assassinado, começam a sentir-se familiarizados com a sociedade e com os mistérios da mansão, mas uma chave mágica que consegue abrir a cabeça e mudar memórias não é o suficiente para os assombrar. Há ainda um rapaz que não envelhece e que foi colega de escola do velho Locke, cujas intenções não parecem ser muito amigáveis. Gostei bastante.

A Espada de Shannara
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Primeiro volume da trilogia Espada de Shannara de Terry Brooks, este livro da Saída de Emergência tem um design lindíssimo e uma edição muito bem cuidada. Pena o conteúdo não lhe fazer justiça. A escrita de Brooks oscila entre um vocabulário rico e uma escrita algo infantil, principalmente nos diálogos. Mas o principal defeito do livro é mesmo a sua enorme semelhança à trilogia O Senhor dos Anéis. Espero que o segundo volume seja bem mais original a esse respeito.
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 1556
Data de inscrição : 13/11/2012
Idade : 33
Ver perfil do usuário

Re: Literatura

em Seg Fev 05, 2018 8:15 pm
Última leitura de janeiro:

O Homem Pintado
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Publicado pela Coleção 1001 Mundos da Gailivro, o primeiro volume da série Ciclo dos Demónios de Peter V. Brett, O Homem Pintado, foi uma agradável surpresa. Todas as noites, os nuclitas atacam. São demónios que assumem diferentes formas e respeitam uma ordem natural de entreajuda, rivalidade ou estratificação entre eles. Quando a noite cai, erguem-se do Núcleo e materializam-se, correndo atrás de vidas humanas para delas se alimentarem. É aqui que surgem Arlen, Leesha e Rojer, três crianças que, cada um à sua maneira, e cada um a viver numa povoação distinta, é vítima destes demónios e moldam a sua personalidade de acordo com a sua coragem para dizer Basta! A escrita do autor norte-americano é simples, mas revela conhecimentos e grande maturidade. Não gostei tanto do último terço, mas é um livro ótimo.

E primeiras de fevereiro:

A Lança do Deserto
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Continuando a história do Ciclo dos Demónios de Peter V. Brett, encontrei uma primeira secção, que ocupa a maioria da primeira metade do livro, dedicada a Jardir, um personagem bastante secundário do primeiro volume. Jardir acredita ser o Libertador que irá libertar o mundo dos demónios, mas a forma como tenta unir os povos é através da guerra, avançando com as suas tropas do deserto para as chamadas terras verdes. Depois, vemos como os três protagonistas, Arlen, Leesha e Rojer, agem na defesa dos seus povos e como lidam com os "fantasmas" dos seus passados. Um livro muito bom e consistente, ao nível do primeiro.

Harrow County #3 [BD]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Terceiro volume da BD Harrow County de Cullen Bunn e Tyler Crook, publicada em Portugal pela G Floy, A Encantadora de Serpentes tem ainda a participação especial de duas artistas convidadas, Carla Speed McNeil e Hannah Christenson. Este álbum distancia-se da história principal, focando-se em histórias paralelas do povo que dá título à série. Apesar de achar interessante o plot de umas serpentes que endoidecem a população ou ver o Rapaz sem Pele à procura de respostas, achei um volume mais fraco que os antecessores. A arte das convidadas foi notavelmente fraca, em comparação com o traço de Crook.
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 1556
Data de inscrição : 13/11/2012
Idade : 33
Ver perfil do usuário

Re: Literatura

em Ter Fev 27, 2018 7:19 pm
Em fevereiro:

Monstress #2 [BD]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Segundo volume da BD Monstress de Marjorie Liu e Sana Takeda, publicado pela Saída de Emergência, O Sangue é um livro lindíssimo que consegue combinar de certo modo o melhor das comics americanas ao mangá, conseguindo imprimir nas pranchas emoções e subtilezas como poucos o fazem. Monstress é uma história para adultos, que embora apresente gatinhos e crianças fofinhas, traz também palavrões, olhos arrancados e dedos cortados, entre muitas outras coisas. Maika Meio Lobo continua em busca de respostas sobre a obsessão da sua mãe pela Imperatriz-Xamã, enquanto a guerra entre arcânicos e humanos parece longe do fim.

A Revelação do Bobo
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Se O Assassino do Bobo foi a minha melhor leitura de 2017, A Revelação do Bobo foi uma das melhores, até agora, do presente ano. Apesar de ter ficado ligeiramente frustrado por a ação não avançar aquilo que eu esperava, o segundo volume da Saga Assassino e o Bobo de Robin Hobb foi uma maré de revelações e de acontecimentos de se ficar de boca aberta. Com Abelha nas mãos dos Servos, cabe a Fitz assumir as consequências das suas escolhas e corrigir os erros do passado. Uma escrita maravilhosa, mais um livro lindíssimo.

O Legado de Júpiter #1 [BD]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Pelas mãos da G Floy chegou-nos Luta de Poderes, o primeiro volume da famosa série O Legado de Júpiter, com argumento de Mark Millar e arte de Frank Quitely. Gostei bastante da ideia e da composição; abraçamos um mundo de super-heróis atípico, com uma forte componente de crítica social e política. A história começa em 1932, quando uma expedição liderada por Sheldon Sampson, a sua família e amigos, encontra uma misteriosa ilha no Oceano Atlântico que os transforma a todos em super-heróis. Mas, anos mais tarde, os seus filhos parecem estar mais interessados na frivolidade das suas vidas como celebridades, do que realmente em preocupar-se com o mundo que os rodeia.

Locke & Key #3 [BD]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Mais um divertido e bizarro volume da série escrita por Joe Hill e ilustrada por Gabriel Rodriguez. Em Crown of Shadows, abrir cabeças e extrair ou implantar memórias, vaguear como um fantasma, aumentar de tamanho, reparar loiça partida ou controlar as sombras são apenas alguns dos poderes que as chaves da mansão dos Locke providenciam. Mais do que deslindar estes mistérios, este volume vem adensá-los numa profusão de quebra-cabeças e engodos.

Descender #1 [BD]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Descender é uma das novidades de fevereiro da G Floy. Estrelas de Lata, o primeiro volume, foca-se no Dr. Jin Quon e no pequeno andróide TIM-21, que descobre, dez anos após um conflito que colocou robots contra humanos no planeta Niyrata, que possui sentimentos. A trama começou dispersa, mas o desenvolvimento de vários personagens como a Capitã Telsa, o cão robot Bandit e o dróide mineiro Broca vieram canalizar o álbum para um final implacável que me encheu de expectativas para os álbuns seguintes. O argumento de Jeff Lemire foi crescendo de qualidade, e a arte de Dustin Nguyen, que inicialmente me desagradou, acabou por casar muito bem com a narrativa.

Tony Chu: Detective Canibal #8 [BD]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Quem já é caso sério de sucesso na G Floy Studio é Tony Chu, o Detective Canibal. No oitavo volume, Receitas de Família, a genialidade de John Layman (argumento) e de Rob Guillory (arte) supera-se. Polícias, bandidos, cozinheiros, canibais, frangos psicadélicos e poderes paranormais são uma vez mais o destaque num álbum cheio de extravagâncias alimentares e imagens sensacionais que tanto podem provocar enjoos como gargalhadas. Adorei.

A Guerra Diurna
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ao nível dos volumes interiores da série Ciclo dos Demónios, A Guerra Diurna, publicado em Portugal pela Coleção 1001 Mundos das Edições ASA / Gailivro, veio cimentar a minha opinião sobre o autor Peter V. Brett. O mundo não me entusiasma e o foco em flashbacks trava um pouco a leitura em determinados momentos. Se o segundo volume foi centrado em Jardir, este terceiro teve a sua esposa Inevera como senhora do pedaço. Ainda assim, tal foco pareceu perder-se ao longo do livro. Gostei bastante dos eventos em volta do Outeiro, os personagens continuam a ser muito bem desenvolvidos e adorei o cliffhanger final. A escrita do autor revela-se simples, mas madura. Para continuar a acompanhar.
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 1556
Data de inscrição : 13/11/2012
Idade : 33
Ver perfil do usuário

Re: Literatura

em Sex Mar 16, 2018 6:05 pm
Ainda em fevereiro:

O Colosso Negro (Conto)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Conto de Robert E. Howard que deu origem a várias adaptações em quadradinhos, O Colosso Negro foi publicado em Portugal na colectânea A Rainha da Costa Negra das Edições Saída de Emergência. Ele conta como um mago poderoso tenta apoderar-se da cidade de Corajá, seduzindo a irmã do rei, e como ela vê na nomeação de Conan para um posto elevado do seu exército a salvação para os seus maiores pesadelos. Com um início algo confuso, ainda assim apresenta uma escrita deliciosa e um desenvolvimento auspicioso, com cenas de batalha excelentes.

Em março:

O Fiel Jardineiro
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Comecei março com O Fiel Jardineiro de John le Carré, publicado pelas Edições D. Quixote. Trata-se de uma trama envolvente, contada de vários pontos de vista, que procura encontrar a verdade para um mistério terrível: a morte de uma activista dos Direitos Humanos e de um médico, às margens do lago Turkana, no Quénia. As verdades que o seu esposo encontra são tão inconvenientes como credíveis, bem diferentes daquilo que amigos e Imprensa tentaram passar. Uma obra-prima que parece real mesmo sendo uma história fictícia.

Imperatriz #1 (BD)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
O primeiro volume da série Imperatriz, com argumento de Mark Millar e arte de Stuar Immonen, já está nas bancas, editado pela G Floy. A história não apresenta grandes inovações, a esposa de um rei tirano quer fugir do marido e com a ajuda do capitão da guarda, pega nos três filhos e foge. O volume narra uma aventura cheia de peripécias, com o grupo a saltar de planeta em planeta graças a um teletransportador. Com várias nuances a fazerem lembrar Star Wars, uma linguagem bem agradável e um desenho lindíssimo e colorido, é mais uma série a seguir.

Aceitação
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
O último volume da trilogia Área X de Jeff Vandermeer chegou às minhas mãos precisamente na altura em que a adaptação do primeiro, Aniquilação, chegou à Netflix. Um dos lançamentos de fevereiro da Saída de Emergência, Aceitação coloca um ponto final numa história densa e cheia de mistérios, contada do ponto de vista de Control, do Pássaro Fantasma, da Diretora e do Faroleiro. As respostas não são concretas, dependendo muito da nossa interpretação dos factos, mas não deixa de ser desconcertante e, independentemente dos gostos, genial.

Uma Chama Entre as Cinzas
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Publicado pela Editorial Presença, Uma Chama Entre as Cinzas foi um sucesso internacional quando saiu, em 2015. Trata-se de um livro Young Adult com vários traços de fantasia adulta. Com inspiração na Roma Antiga e no Médio Oriente, Sabaa Tahir convida-nos a conhecer os Eruditos, um povo escravizado, e os Ilustres, dos quais os Máscaras são o representante de toda a sua crueldade. Quando o irmão é capturado e pede ajuda à Rebelião para o libertar, a jovem Laia é obrigada a conhecer a crueldade de Keris Veturia, mas também o amor do filho desta, Elias. Com menos foco na parte amorosa e uma linha narrativa que não me lembrasse tanto The Hunger Games, este livro estaria facilmente entre os melhores deste ano. A escrita da autora é lindíssima e o mundo bem construído.

avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 1653
Data de inscrição : 26/12/2012
Idade : 17
Localização : Naquele sítio
Ver perfil do usuário

Re: Literatura

em Sex Mar 16, 2018 8:40 pm
NF, já leste alguma vez "A Confissão da Leoa" de Mia Couto?

_________________
bounce
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 1556
Data de inscrição : 13/11/2012
Idade : 33
Ver perfil do usuário

Re: Literatura

em Seg Mar 19, 2018 9:04 pm
Não, nunca li nada do Mia Couto até agora Razz
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 1653
Data de inscrição : 26/12/2012
Idade : 17
Localização : Naquele sítio
Ver perfil do usuário

Re: Literatura

em Ter Mar 20, 2018 7:09 pm
NF escreveu:Não, nunca li nada do Mia Couto até agora Razz

Experimenta! O livro é muito interessante e mostra-nos uma realidade completamente impensável! Mas eu preciso de ajuda para perceber o final...

_________________
bounce
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 1556
Data de inscrição : 13/11/2012
Idade : 33
Ver perfil do usuário

Re: Literatura

em Qua Mar 28, 2018 5:12 pm
Very Happy Very Happy Very Happy

as minhas últimas leituras do mês foram:

Os Malditos #1 (BD)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Uma das últimas novidades da G Floy Studio, Antes do Dilúvio é o primeiro volume da série Os Malditos, que alia uma dupla já famosa pela série Scalped: Jason Aaron e r. m. Guéra. Com o magnífico trabalho de Giulia Brusco nas cores, Os Malditos convenceu-me pelo visceral e pelo sujo, mas também pelo grafismo apetecível. Somos convidados a enveredar pela jornada de Caim, castigado por Deus a viver a vida eterna, e no seu percurso encontra personagens como o fanático Noé, mas também propósitos que o levam a olhar para a vida com outros olhos. Não me fascinou, mas o plot-twist final deixou-me pelo menos com a certeza de que vou continuar a série.

A Canção da Espada
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Quarto volume da série As Crónicas Saxónicas de Bernard Cornwell, publicado em Portugal pela Saída de Emergência, A Canção da Espada traz de novo Uthred de Bebbanburg em busca do reconhecimento sucessivamente negado pelo seu senhor, o rei Alfredo. Desta vez, é um morto que lhe diz que deverá trair Alfredo para tornar-se rei da Mércia, mas um complot organizado por antigos e novos aliados levá-lo-á mais uma vez a lutar pelos saxões. Apaixonante e vibrante, Cornwell continua a não desiludir.

Locke & Key #4, #5 e #6 (BD)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Para terminar o semestre, li os três últimos volumes da série Locke & Key de Joe Hill e Gabriel Rodriguez. Foram, sem margem para dúvidas, os melhores álbuns da série, com reviravoltas e revelações, especialmente no antepenúltimo e penúltimo, de deixar os leitores a chorar por mais. Toda a bizarrice da composição (cabeças a serem abertas, sombras a atacarem pessoas e pessoas a assumirem formas de animais, por exemplo) funde-se com um realismo palpável na interação de uma família disfuncional, os Locke, com aquilo que os rodeia. Dodge, o grande vilão, alcança uma dimensão estonteante e os seus propósitos tornam-se muito mais claros, para culminar num final repleto de ação e coerência. Gostei bastante.
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 1556
Data de inscrição : 13/11/2012
Idade : 33
Ver perfil do usuário

Re: Literatura

em Sex Maio 04, 2018 4:37 pm
Leituras de abril:

Sonho Febril
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Comecei abril com Sonho Febril, livro de vampiros escrito por George R. R. Martin no início dos anos 80, publicado em Portugal pela Saída de Emergência. Não tem uma escrita tão elaborada e uma narrativa tão densa quanto Martin nos presenteia nas Crónicas de Gelo e Fogo, mas é realmente difícil fazê-lo num romance isolado. Ainda assim, o livro é muito bom. De um lado temos a visão histórica que perpassa os anos da escravidão, da guerra e do abolicionismo, oferecendo-nos uma panorâmica única sobre os desfiles de embarcações ao longo do Mississipi e dos seus afluentes, do outro, uma trama de vampiros, protagonizada por Abner Marsh, um homem corajoso e sonhador que, para realizar o sonho de ser capitão de uma grande embarcação fluvial, acaba por forjar um pacto com um ser das trevas.

Nove Príncipes de Âmbar
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Escrito por Roger Zelazny em 1962, Nove Príncipes de Âmbar é o primeiro volume das famosas Crónicas de Âmbar, que serviram de inspiração a autores como George R. R. Martin, Steven Erikson ou Neil Gaiman. Pessoalmente, não me encantou. É giro ver uma disputa de irmãos por um reino, capazes de se comunicar e transportar através de um baralho de cartas com as suas próprias ilustrações, mas não comprei a ideia, achei amador, tudo muito repentino, sem background e sem qualquer verosimilhança. É um livro pequeno, mas nunca um livro tão pequeno me custou tanto a ler.

Dragomante: Fogo de Dragão (BD)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
A parceria G Floy Studio com a ComicHeart volta a dar cartas e Dragomante: Fogo de Dragão é a nova BD resultante da colaboração. Manuel Morgado, ilustrador português reconhecido em França, convidou o famoso autor de fantasia Filipe Faria para ilustrar os seus desenhos, e juntos criaram uma história de fantasia medieval que consegue não cair no cliché. Nereila é a primeira mulher Dragomante em séculos, que prossegue o seu treino com o Preceptor Leunaius, mas nem ela nem o seu dragão estão seguros quando um barão odioso planeia vingar-se dos feitos do seu pai.

Carbono Alterado
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Carbono Alterado é o famoso primeiro romance de Richard Morgan, que recentemente foi adaptado pela Netflix numa série de grande sucesso. O livro foi publicado pela Saída de Emergência em 2008, e embora não tenham publicado mais nenhum livro da trilogia Takeshi Kovacs, voltam a editar este livro 10 anos depois. A trama é futurista, com traços de policial e de noir, enquadrado no sub-género da ficção científica cyberpunk. Aqui, a morte é passageira, porque as pessoas têm um chip que pode ser implantado em outro corpo depois de mortos. Claro está, os ricos têm poder para se clonar a si mesmos e o protagonista é contratado para investigar um homicídio... pela própria vítima. Excelente livro, embora tenha gostado muito mais da escrita do que da ação em si.

Coração de Aço
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Coração de Aço é o primeiro volume da série Executores de Brandon Sanderson. Trata-se de um YA leve que explora a temática dos super-heróis no nosso mundo, algures no futuro, com a peculiaridade de que aqui, os super-heróis são vilões. David Charleston é um rapaz normal, que aos oito anos viu o pai ser morto por um Épico no interior de um banco, e então dedicou a vida à sua vingança. Ele coleciona uma vasta pesquisa sobre o Épico conhecido como Coração de Aço e o mundo que este erigiu à sua volta, o que o transforma no típico nerd lá do sítio. Mas só arranja armas para perpetrar a sua vingança quando se junta aos Executores, um grupo de humanos que trabalha arduamente para eliminar estes super-heróis. É um livro mediano, bem abaixo do nível a que o autor já nos habituou.

O Cemitério dos Esquecidos [BD]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Potter's Field: O Cemitério dos Esquecidos é uma BD publicada no nosso país pela G Floy, com argumento de Mark Waid e arte de Paul Azaceta. Somos apresentados a John Doe, um homem invisível, sem identidade, sem passado e sem qualquer nome nas redes de informação e bases de dados. Doe estabeleceu um objetivo para si mesmo: descobrir quem foram todos os que se encontram enterrados no cemitério de Potter’s Field, em Hart Island, e dar-lhes justiça, fazendo o mundo lembrar-se dos seus nomes. Envolvente e castrador ao mesmo tempo que é simples e intenso, é um álbum que não agradará a todos, mas decerto agradará aos melhores fãs de noir e de policial.

A Mão Esquerda das Trevas
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Publicado pela Editorial Presença em 2003, A Mão Esquerda das Trevas é um dos livros mais aclamados da autora de fantasia e ficção científica Ursula K. Le Guin, que nos deixou este ano. A Mão Esquerda das Trevas é um livro lindíssimo. Não pela narrativa em si, que apresenta um início um tanto ou quanto vago, algumas passagens demasiado rápidas, outras demasiado morosas, mas pelo todo. Genly Ai é enviado para o planeta Gethen por uma federação interestelar chamada de o Ecuménio. Ali conhece uma nação de aparência medieval onde se podem encontrar rádios, telefones e outras tecnologias, e onde enceta uma relação peculiar com um nativo chamado Estraven, conselheiro do rei. Se ao início senti algumas dificuldades em engrenar na leitura, a pouco e pouco fui-me deixando embalar e do meio para a frente já não conseguia largar o livro. A escrita de Ursula é fantástica.

One-Punch Man #4, #5 e #6 [BD]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
O mangá One-Punch Man, com argumento de One e arte de Yusuke Murata, tem sido publicado regularmente em Portugal pela editora Devir. Apesar de não ter desgostado dos primeiros volumes, estes três conquistaram-me, sem dúvida, graças à adição de novas personagens e ao papel que o protagonista, Saitama, tem desempenhado. Mais ágil, melhor aproveitado, com várias personagens secundárias a serem exploradas, trazendo ao leitor uma boa dose de humor sem descurar as cenas de ação. Destruição em massa e um sorriso no rosto bem podia ser o slogan para esta série cuja premissa trata de um super-herói capaz de derrotar qualquer monstro com um único murro. E é precisamente poucos acreditarem nos poderes deste herói o que traz uma série de mensagens subliminares e riqueza à narrativa.

Já em maio:

Uma Coluna de Fogo
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Comecei maio com Uma Coluna de Fogo de Ken Follett, publicado pela Presença no ano passado. Apesar de as artes deixarem de ter a suma importância do livro, e de a ação já não se sentar em Kingsbridge como nos anteriores volumes do ciclo, gostei tanto deste livro como de Os Pilares da Terra e Um Mundo Sem Fim. Absolutamente incrível. Acompanhamos os golpes políticos da Europa na segunda metade do século XVI, numa luta renhida entre Isabel Tudor e Maria Stuart, que representaram os ideais protestantes e católicos. Repleto de personagens deslumbrantes, este livro passa por Inglaterra, França, Espanha e até à Escócia, com Ned Willard e Margery Fitzgerald como protagonistas.

Y: O Último Homem #1 (BD)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
A Levoir e o Jornal Público continuam a sua colaboração. Desta vez, a publicação de Y: O Último Homem de Brian K. Vaughan e Pia Guerra. A BD não me convenceu, apesar de prometer bastante. Tinha as expectativas em alta, mas a história de um mundo em que todos os homens morreram - à excepção do protagonista Yorick e do seu macaco Ampersand - revelou pouco mais do que a premissa neste volume inaugural. Sou fã dos argumentos de Vaughan, mas aqui só vemos mesmo a extinção dos homens e o interesse generalizado que as mulheres remanescentes começaram a possuir pelo lugar dos falecidos... e por Yorick, claro está. Paralelamente a isso, a arte de Pia Guerra não me agradou.

Mistborn Era 2 #1
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Embora ainda não haja previsões para ser publicado em Portugal, chegou-me a edição brasileira do box da editora Leya de Mistborn - Segunda Era, de Brandon Sanderson. A Liga da Lei, o primeiro volume, apresenta-nos uma dupla de protagonistas ágil e bem-humorada, Wax e Wayne, que para além de serem os melhores pistoleiros de Elendel, justiceiros por natureza, são duplonatos, unindo as capacidades de alomância e feruquimia, devido à sua ascendência terrisana. Esta série é uma fantasia com alma de faroeste, passada numa Era Industrial trezentos anos após os eventos da primeira trilogia. Apesar de ser mais um policial do que uma fantasia épica como a primeira era, A Liga da Lei é um livro bem divertido e interessante.
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 1556
Data de inscrição : 13/11/2012
Idade : 33
Ver perfil do usuário

Re: Literatura

em Ter Maio 29, 2018 5:57 pm
Últimas leituras de maio:

Y: O Último Homem #2 a #6 (BD)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Li as BDs já publicadas no nosso país pela Levoir em parceria com o jornal Público Y: O Último Homem. Da obra de Brian K. Vaughan e Pia Guerra apenas faltam publicar os últimos quatro volumes, e apesar de ter melhorado consideravelmente nos últimos álbuns, esperava uma obra menos esparsa e repetitiva, em alguns momentos até mesmo preconceituosa. Ainda assim, a arte de Pia Guerra veio a melhorar bastante, e mesmo a participação de Goran Parlov e Goran Sudzuka conseguiu manter o nível artístico da autora canadiana. O melhor da série são mesmo os diálogos bem-humorados, as várias referências ao longo da obra e as relações interpessoais das várias personagens, principalmente Hero, 355 e Alison Mann, para com o protagonista Yorick, o último homem na Terra.

Mistborn Era 2 #2 e #3
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Continuei a leitura da 2.ª era de Mistborn, publicada no Brasil pela Leya. A fantástica série de Brandon Sanderson atinge um outro patamar e expande a Cosmere. Se o primeiro volume desta nova era, meio "western", meio "vitoriana", já me tinha agradado, estes dois volumes subsequentes foram ainda melhores. As Sombras de Si Mesmo é um dos melhores livros que já li do Sanderson, ao "ressuscitar" o mistério dos kandras e envolver estes comedores de ossos numa intriga política bem amarrada, onde os nossos heróis, Wax e Wayne, têm de mover mundos e fundos para evitar o caos em Elendel e salvar o pescoço ao governador. Mas é Marasi Colms, a nova agente da autoridade, que reclama para si muito do protagonismo deste livro. Em Os Braceletes da Perdição, a trama sai de Elendel para nos mostrar que Scadrial está muito mais evoluído do que pensávamos, e uma aura de ficção científica atinge os protagonistas numa aventura cheia de ritmo em busca das famosas mentes de metal do Senhor Soberano.

The Dark Sea War Chronicles #3
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Shark-Killer é o terceiro volume da trilogia escrita em inglês, e publicada na Amazon, do autor nacional Bruno Martins Soares. É uma ficção científica espacial num mundo bem original e refrescante, com uma terminologia abertamente inspirada na temática militar náutica e uma aura Battlestar Gallactica. Não apreciei tanto este último volume como os antecessores, mas foi o coroar de uma história leve e corajosa cheia de batalhas espaciais, perdas e dramas pessoais. E lê-se num instante.

O Caminho das Mãos
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Terminei maio a ler O Caminho das Mãos, terceiro volume da Saga do Império Malazano de Steven Erikson, publicado pela Saída de Emergência. E entra diretamente para o meu top de livros de eleição. Com uma escrita incrível, Erikson conduz-nos por um mundo fantástico cheio de dragões, mortos-vivos (e até mesmo dragões mortos-vivos), macacos que mudam de forma, labirintos e magia por todo o santo lugar, e ainda assim consegue ser terrivelmente credível. Acompanhamos duas jovens com muito mais em comum do que poderiam ter à primeira vista, Apsalar e Felisin, dois amigos que se tentam proteger um ao outro como podem, Mappo e Icarium, e a tentativa suicida de um exército liderado pelo Punho Coltaine de salvar a vida a 5 mil refugiados, pelos olhos do historiador Duiker. Palpável e terrivelmente desolador, este é um daqueles livros que não deixa ninguém indiferente.
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 1556
Data de inscrição : 13/11/2012
Idade : 33
Ver perfil do usuário

Re: Literatura

em Qui Jun 14, 2018 6:52 pm
Em junho:

A Demanda do Bobo
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Comecei junho a ler uma das minhas sagas preferidas, a Saga Assassino e o Bobo. Faltam-me palavras para tecer mais elogios à autora Robin Hobb, bem como à Saída de Emergência pela aposta tão consistente nesta escritora. A Demanda do Bobo é mais um livro incrível, emocionante, profundo e "terrivelmente" bem escrito. Fitz começa os preparativos para iniciar a busca pela filha sequestrada, mas os seus inimigos estão muito mais perto do que imagina. Este acabou por ser o livro desta nova saga que menos me agradou, especialmente pela morosidade da ação e pela parte final mais fantasiosa, mas ainda assim são raros os livros publicados em Portugal que lhe cheguem aos calcanhares.

Má Raça (BD)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Publicado pela G Floy em 2016, Men of Wrath: Má Raça é mais um dos trabalhos incríveis do autor Jason Aaron, que acompanho nas séries Os Malditos e Southern Bastards. Esta novela gráfica, com arte de Ron Garney, fala de uma família disfuncional e do karma obscuro que a acompanha desde que, muito tempo atrás, ocorreu o primeiro homicídio devido a uma rixa por causa de umas ovelhas. Os Rath começaram a revelar-se violentos e obscuros e os dias que correm não são exceção. Má Raça fala desta família e dos seus dramas, saúde, sexo e pancadaria como principais ingredientes. Visualmente arrebatador.

Cem Anos de Solidão
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Li o incontornável Cem Anos de Solidão de Gabriel Garcia Márquez, publicado entre nós pela D. Quixote. Neste livro intemporal, acompanhamos a família Buendía-Iguaran e a povoação fictícia de Macondo, conhecendo José Arcádio e Úrsula, bem como os seus filhos, netos, bisnetos e trisnetos. A maioria têm nomes iguais, como José Arcádio ou Aureliano, e os que partilham do mesmo nome costumam comungar ainda dos mesmos traços de personalidade. No fim, tudo estava escrito nos rascunhos de um velho cigano. Gostei bastante da escrita de Márquez e mesmo a história agradou-me, mas acabei por não conseguir sentir empatia por qualquer personagem e senti falta de profundidade no livro. Foi tudo contado com demasiada distância para me encantar.

Quem Teme a Morte
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Quem Teme a Morte é uma das grandes apostas da Saída de Emergência no segmento fantástico. Trata-se de uma história pós-apocalíptica da autora Nnedi Okorafor, passada numa África futurista. Conhecemos Onyesonwu, fruto da violação de um Nuru a uma Okeke. A sua mãe, única sobrevivente de um assalto Nuru, seguidores do Grande Livro, aprendeu a sobreviver no deserto até chegar a Jwahir. Desde cedo Onyesonwu viu-se vítima do preconceito ligado à sua cor de pele e ao que ela acarreta, mas pouco a pouco veio a descobrir várias peculiaridades sobre si mesma e sobre aquilo a que estava destinada. Leve, despretensioso e envolvente, Quem Teme a Morte consegue ser desolador e cruel, esperançoso e belo. Uma lufada de ar fresco.

O Gigante Enterrado
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Publicado pela Gradiva em 2015, O Gigante Enterrado é a primeira incursão de Kazuo Ishiguro na área do fantástico. Nobel da Literatura em 2017, Ishiguro apresenta uma bela história de amor e de companheirismo de um casal, Axl e Beatrice, numa Bretanha passada que foi vítima de um esquecimento colectivo, provocado pelas névoas. Axl e Beatrice pouco se lembram do passado, apenas de que se amam, e sem se recordarem do rosto do próprio filho ou de onde ele vive, lançam-se numa viagem para a aldeia deste. Repleto de considerações morais lindíssimas sobre a importância das nossas memórias para aquilo que somos e para aquilo que sentimos, O Gigante Enterrado vale muito a pena por aquele último capítulo. As viagens, os encontros com guerreiros do Rei Artur, dragões, fadas e gigantes, não me convenceram. Foram aventuras muito simplistas, rápidas e juvenis, num livro que apela à maturidade.
avatar
Nível 2
Sexo : Masculino
Mensagens : 1556
Data de inscrição : 13/11/2012
Idade : 33
Ver perfil do usuário

Re: Literatura

em Qua Jun 27, 2018 6:23 pm
Últimas de junho:

One-Punch Man #7 (BD)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Li o mais recente número da publicação da Devir, One-Punch Man, publicado em maio. O sétimo álbum mostrou um arco de história com pouquíssimos diálogos, uma batalha que se revelou rápida e fácil que levou à participação da grande maioria das personagens já apresentadas, um painel que vem a revelar-se incrivelmente bem “implantado” nesta série, ainda que pouco desenvolvida. Todavia, a grande mais-valia do livro é mesmo a arte de Murata. Que cenas extraordinárias!

A Roda do Tempo #1
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
A Roda do Tempo de Robert Jordan é uma das sagas obrigatórias para os fãs de literatura fantástica, e era um pouco vergonhoso ainda não o ter lido. Depois de alguns meses a pegar e a largar na publicação da Bertrand, acabei por finalizar o primeiro livro, enorme, de uma série igualmente enorme. A história acompanha Rand, Mat e Perrin, três jovens de uma povoação chamada Dois Rios que são os mais sérios candidatos a serem o Dragão Renascido, um herói profetizado das lendas. O mundo não tem início nem fim, mas gira num tempo cíclico, fazendo assim dos heróis do passado os heróis do futuro. Apesar de a história ter várias semelhanças com O Senhor dos Anéis e em alguns momentos ser bastante lenta, com conversas que não vão a lugar nenhum, não desgostei e possivelmente continuarei a segui-la no futuro.

The Walking Dead #30 (BD)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Li o volume 30 de The Walking Dead, a obra-prima de Robert Kirkman que continua o seu trabalho extraordinário, com arte de Cliff Rathburn, Charlie Adlard e Stefano Gaudiano. Em New World Order, Michonne, Eugene, Siddiq, Magna e Yumiko chegam a uma nova comunidade, de dimensões muito maiores do que qualquer outra que já haviam encontrado. Ali, a civilização parece ter permanecido intacta ao Apocalipse Zombie, com um sistema social bem definido e uma governadora de ideias fixas, Pamela Milton. Mas uma grande surpresa parece estar reservada a Michonne. Em Hilltop, Maggie surpreende Sophia enquanto que em Alexandria Rick e Dwight olham com cepticismo para a nova civilização. Com mais ou menos ritmo, The Walking Dead surpreende a cada edição.

A Companhia Negra
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
A Companhia Negra de Glen Cook foi mais uma bela surpresa neste mês de junho. Uma das maiores influências para o Império Malazano de Steven Erikson, A Companhia Negra apresenta-nos à milícia armada de uma senhora das Trevas, pelos olhos de Chagas, o médico da companhia. Acompanhamos as maquinações de um grupo de vilões que só muito de vez em quando é acometido por rebates de consciência. Em A Companhia Negra, conhecemos o lado mais escuro de uma das facções de uma guerra de dimensões maiores que a própria história. As restantes não passam de pano de fundo, nem temos que nos preocupar com elas. Com uma escrita bonita e simples, mais focada em diálogos, ao ler este livro não é difícil perceber porque Cook ganhou importância e renome no mundo da fantasia.

Harrow County #4 (BD)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
A publicação da G Floy, Laços de Família, é o quarto volume de Harrow County, a BD de terror country escrita por Cullen Bunn e ilustrada por Tyler Crook. Uma série de personagens assustadoras fixa-se na povoação, aterrorizando os locais. Emmy precisa fazer algo para os proteger, mas rapidamente começa a questionar se esses “novos” inquilinos de Harrow County serão a sua verdadeira família. Comparativamente ao álbum anterior, Laços de Família manteve os elementos que fazem de Harrow County uma das melhores BDs de terror publicadas em Portugal, acima de tudo por não existirem muitas. Existe mérito no argumento de Bunn, na imprevisibilidade dos acontecimentos e no desenvolvimento de um plot que foge aos lugares-comuns do género, mas pessoalmente, achei um livro mais preguiçoso que o anterior, com uma história fácil e uma conclusão mais fácil ainda.

Fahrenheit 451
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
E terminei junho da melhor maneira. Com Fahrenheit 451, o clássico distópico de Ray Bradbury que foi recentemente publicado pela Saída de Emergência. Nunca as minhas expectativas podiam imaginar aquilo que viria a encontrar neste livro. Somos apresentados a Guy Montag. Ele é um bombeiro. Mas há muito passou o tempo em que a função dos bombeiros passava por apagar fogos. Agora, as casas estão protegidas contra incêndios. O seu emprego consiste em destruir livros proibidos e as casas onde estão escondidos. Em poucas páginas, Bradbury faz não só uma crítica à sociedade, como transpira uma imensidão de pensamentos e de reflexões sobre nós próprios e sobre o nosso papel no mundo. Se pensarmos que Fahrenheit 451 foi escrito em meados do século passado, podemos considerar este livro como de certo modo profético, e é até assustador como o futuro pensado por Bradbury se encaixa no mundo em que vivemos.
Conteúdo patrocinado

Re: Literatura

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum